Giulia Bertolli


Monólogo sobre um romance qualquer.

Eu quero terminar. Não é você sou eu, na verdade, é você, quer dizer, somos nós, é um pouco de nós dois, um pouco de exagero da nossa parte, misturada com uma cautela. Acontece que “um pouco de nós dois” é uma mistura que não deu certo. É tipo um bolo. Que murchou, que solou, mas que mesmo assim a gente insiste em comer. Mas eu não gosto de bolo solado, e você não gosta de bolo murcho. Acho que a gente merece um pouco mais que isso. É que não deu certo. É que não era para ser. Acabou que acabou de um jeito não acabado. De um jeito meio torto, meio reto, meio reta, meio meta. Acabou que acabou. Meio muito errado. Acabou que acabou. Meio certo, meio perto. Perto demais para perceber. Longe demais para ver. Que o meio termo entre o longe e o perto, era a distância exata para darmos certo.

Outros Textos