Textos

Gabriel dos Anjos


Amar

Amar e aceitar. Amar solenemente. Amar o outro. Amar sem ponto de partida. Amar por todas as gotas. Amar sem medo ou vezes outra, amar por medo. Amar sem culpa. Amar corações que não cabem a ti amar. Amar e se machucar. Amar e se magoar. Amar e acosturmar-te com migalhas. Amar e nem sempre conseguir engolir o choro, o gozo, o anseio a vontade de amar. Amar e ser calmo. Amar e aceitar o distanciamento do outro. Amar sem saber que fim terá. Amar e construir novos inícios e caminhos e becos e vielas. Pelo simples afeto de amar. Amar e não ser amado. Amar e viver de ilusões pacatas. Amar e alimentar-se tão pouco. Amar e sonhar alto. Amar. Amar sem ter saída. Amar e não ter coragem de dizer chega. Amar solitariamente, sem que ninguém perceba, para não pisar em cima. Amar recebendo pouco afeto. Amar com conversas sistemáticas, de palavras automáticas, de frases curtas. Amar e dar importância. Amar e não ser importante. Amar e querer um olhar de amor. Amar e querer um beijo. Amar pelo simples fato de amar. Amar, remar, remar, amar e não sair do lugar.

Outros Textos